Edmar Arruda

Edmar Arruda está no segundo mandato como deputado federal. É filiado ao Partido Social Democrático (PSD), vice-líder do partido na Câmara dos Deputados e, devido à formação técnica e analítica, tem grande participação nas principais Comissões Permanentes da Casa, sendo também um nome de relevância e influência nas bancadas evangélica e paranaense.

Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual de Maringá - UEM. Especialista em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas - FGV e, em Planejamento e Desenvolvimento Agrícola pela UEM. Técnico em Transações Imobiliárias e em Contabilidade.


Biografia
Nascido em 26 de setembro, na cidade de Tuneiras do Oeste-PR, Edmar Arruda foi engraxate e boia-fria. Aos 15 anos muda-se, sozinho, para Maringá-PR para trabalhar e estudar.
Em 1981, casa-se com Silvana Pazzetto e, em 2017, comemoram 36 anos de união.
No ano seguinte conclui a graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual de Maringá – UEM.
Em 1988, torna-se membro da 1ª igreja Presbiteriana Independente de Maringá – IPI, onde até hoje é membro.
Edmar Arruda sempre trabalhou a favor do coletivo. Na década de 1980 é eleito diretor do Secovi – Pr, sócio fundador do Lions Club Maringá Cidade Verde - exercendo os cargos de tesoureiro, secretário e presidente. Em 1988 assume a presidência da Associação Norte Paranaense de Reabilitação (ANPR) e permanece no cargo até 1998.
Na década de 1990, Edmar é eleito presidente do Secovi-PR, diretor da Federação do Comércio do Estado do Paraná, Sistema Fecomércio (até 1998 e na gestão atual), membro fundador do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (CODEM), fundador e presidente do SecoviMed – Serviço Social da Habitação, vice-presidente de Serviços Sociais do Secovi – PR (até a data atual), diretor de Serviços e Inovações Tecnológicas da ACIM (até 2000) e coordenador da criação do Sicoob Metropolitano.
No ano 2000 começa sua carreira política como vereador de Maringá-PR, exercendo o mandato de 2001 a 2004. Em 2001 funda o Instituto Pai, uma entidade voltada à preparação dos pastores e apoio administrativo às igrejas evangélicas, sem custos. No mesmo ano é fundador e torna-se presidente da Fundação Ísis Brudes e permanece até 2011. Em 2002 disputa as eleições para deputado estadual e em 2004, para prefeito de Maringá-PR. É homenageado pela cidade, em 2009, e recebe o título de Cidadão Benemérito. No mesmo ano assume a coordenação regional do Partido Social Cristão (PSC), na região de Maringá e macro noroeste.
Em 2010 é eleito deputado federal pelo Partido Social Cristão (PSC).
Na Câmara dos Deputados, Edmar Arruda participa em 2011 das comissões permanentes de Finanças e Tributação (CFT), Mista de Orçamento (CMO) e de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio Exterior. Nas comissões especiais faz parte do grupo que discutiu a Reforma Política e sobre as Micro e Pequenas Empresas.
No ano de 2012 torna-se presidente da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle (CFFC), esta, comissão permanente da Câmara dos Deputados, sendo a 3ª mais expressiva da Casa. No mesmo ano atua também na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC).
Em 2013 assume importante papel na Comissão de Finanças e Tributação (CFT), na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) e na Comissão Mista de Orçamento (CMO). Participa ainda das Comissões Temporárias da Casa: PEC-010/95 Sistema Distrital Misto; PL-6826/10 Atos contra a Administração Pública; Reforma Política; CPI sobre a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes; Implantação da Lei 12.651 referente ao Código Florestal; Fator Previdenciário e PEC 090/11 Transporte como Direito Social. Nesse ano esteve nas seguintes Frentes Parlamentares: Evangélica, Agropecuária, Mista em Defesa das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAEs, Mista da Micro e Pequena Empresa, Mista em Defesa da Vida – Contra o Aborto , de Combate ao Crack, da Saúde, em Defesa dos Profissionais da Saúde, de Apoio às Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas na área da Saúde e a de Combate à Obesidade.
Em 2014, no terceiro ano de mandato, Edmar Arruda é membro da Comissão de Finanças e Tributação (CFT) e Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC). Participa ainda das seguintes Comissões Temporárias: PL-3460/04 Cria o Estatuto da Metrópole; PLP-2221/12 Altera o Estatuto da Microempresa; Reforma Política - CEREFPOL; CPI da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes; Implantação da Lei 12.651- Código Florestal; Fator Previdenciário; PEC 140/12- Imposto sobre veículos automotores; PL-1476/07 Altera a Lei de Seguridade Social.
Em 2014, reeleito, assume o segundo mandato como deputado federal.
Toma posse em 2015, como membro das três principais Comissões da Câmara, sendo a Comissão Mista de Orçamento (CMO), a de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) e a de Finanças e Tributação (CFT). Além das três principais comissões mencionadas, o deputado se destaca como membro das Comissões especiais: Contas Públicas e transferências constitucionais; Reforma política PEC 182/07, Reforma política infraconstitucional, Supersimples PLP 025/07, Lei das licitações, Institui o Código Comercial, PL 2412/07 Execução da dívida ativa, PL 6583/13 Estatuto da família.
Em 2016 assume um papel importante na Comissão de Finanças e Tributação (CFT), na de Fiscalização Financeira e Controle (CFFT) e na de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência. Filia-se ao Partido Social Democrático (PSD). 
Neste ano de 2017, Edmar Arruda preside a Comissão Mista da MPV 761/2016 (Seguro Emprego), é membro da Comissão de Finanças e Tributação – CFT, da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania – CCJC, Reforma Trabalhista (PL 6787/2016), da Comissão que trata das medidas educativas do ECA (PL 7197/2002) e da Comissão Lei Kandir (PLP 221/98) que trata dos impostos dos Estados e no DF, relativo ao ICMS.

De 2011 até esta data, atuou ou atua nas seguintes Frentes Parlamentares:
Evangélica; Agropecuária; Mista em Defesa das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAEs; Mista da Micro e Pequena Empresa; Mista em Defesa da Vida – Contra o Aborto; de Combate ao Crack; da Saúde; em Defesa dos Profissionais da Saúde; de Apoio às Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas na área da Saúde; de Combate à Obesidade; em de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência.

O deputado Edmar Arruda apresentou:
33 projetos de lei;
3 projetos de resolução;
Fez 206 discursos em Plenário.


História
1959: Nascido em 26 de setembro em Tuneiras do Oeste – PR.
1975: Muda-se para Maringá para trabalhar e estudar.
1981: Casa-se com Silvana Pazzetto.
1982: Conclui a graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual de Maringá (UEM).
1985: Eleito diretor do Secovi – PR.
1988: Membro da 1ª Igreja Presbiteriana Independente de Maringá (IPI), onde é até hoje membro.
1988: Mantenedor, Diretor e Presidente da ANPR, até 1998.
1988: Sócio fundador do Lions Club Maringá Cidade Verde, permanecendo por 12 anos nos cargos de tesoureiro, secretário e presidente.
1995: Eleito presidente do Secovi – PR.
1995: Diretor da Federação do Comércio do Estado do Paraná, Sistema Fecomércio, até 1998 e na atual gestão.
1996: Membro fundador do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (CODEM).
1997: Fundador e presidente do SecoviMed – Serviço Social da Habitação.
1997: Vice-presidente de Serviços Sociais do Secovi – PR, até a data atual.
1998: Diretor de Serviços e Inovações Tecnológicas da ACIM, até 2000.
1998: Coordenador da criação do Sicoob Metropolitano.
2000: Eleito vereador de Maringá – PR, para mandato de 2001 a 2004.
2001: Fundador e Presidente do Instituto Pai.
2001: Fundador e presidente da Fundação Isís Bruder, até 2011.
2002: Candidato a deputado estadual – sendo 2º suplente.
2004: Candidato a prefeito de Maringá, obtendo expressiva votação de 15% dos votos, no primeiro turno. Total de 25.915 votos.
2009: Recebe o título de Cidadão Benemérito de Maringá.
2009: Assume a coordenação regional do Partido Social Cristão (PSC) na região de Maringá e Macronoroeste.
2010: Eleito deputado federal pelo Partido Social Cristão (PSC), para a legislatura 2011-2014.
2014: Reeleito deputado federal pelo Partido Social Cristão (PSC), para a legislatura 2015-2018.
2016: Filia-se ao Partido Social Democrático (PSD).


Carreira Política
2000: Inicia a vida pública como vereador de Maringá, no mandato de 2001 a 2004.
2002: Candidato a deputado estadual – sendo 2º suplente.
2004: Candidato a prefeito de Maringá, obtendo expressiva votação de 15% dos votos, no primeiro turno. Total de 25.915 votos.
2009: Assume a coordenação do Partido Social Cristão (PSC) na região de Maringá e macro noroeste.
2010: Eleito deputado federal, pelo PSC-PR.
2011: Atua na Comissão de Finanças e Tributação – CFT, na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio Exterior, na Comissão da Reforma Política, na Comissão Mista de Orçamento e na Subcomissão das Micro e Pequenas Empresas.
2012: Torna-se presidente da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle – CFFC – sendo esta a 3ª mais expressiva Comissão da Casa. Participa, ainda, da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania – CCJC e da Comissão de Finanças e Tributação – CFT e da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços – CDEICS.
2013: É membro na Comissão de Finanças e Tributação – CFT, na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania – CCJC e na Comissão Mista de Orçamento (CMO). Participa também das Comissões Temporárias da Casa: PEC-010/95 Sistema Distrital Misto; PL-6826/10 Atos contra a Administração Pública; Reforma Política; CPI sobre a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes; Implantação da Lei 12.651 referente ao Código Florestal; Fator Previdenciário; e PEC 090/11 Transporte como Direito Social.
2014: Edmar Arruda atua na Comissão de Finanças e Tributação – CFT e na Comissão de Constituição, Justiça e de Cidadania – CCJC. Participaou ainda das seguintes Comissões Temporárias: PL-3460/04 Cria o Estatuto da Metrópole; PLP-2221/12 Altera o Estatuto da Microempresa; Reforma Política - CEREFPOL; CPI da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes; Implantação da Lei 12.651- Código Florestal; Fator Previdenciário; PEC 140/12- Imposto sobre veículos automotores; e PL-1476/07 Altera a Lei de Seguridade Social.
2015: Reeleito, assume o segundo mandato como deputado federal e se torna membro das três principais Comissões da Câmara, sendo a Comissão Mista de Orçamento - CMO, a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania - CCJC e a Comissão de Finanças e Tributação - CFT. Também atua nas Comissões especiais: Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa – CIDOSO; Contas Públicas e Transferências Constitucionais; Reforma Política PEC 182/07; Reforma Política Infraconstitucional; Supersimples PLP 025/07; Lei das licitações; Institui o Código Comercial PL 1572/11; Execução da Dívida Ativa PL 2412/07; Estatuto da família PL 6583/13, Aprimorar os Direitos da Criança PL 7446/14; Por um Brasil mais Competitivo – CESP, ICMS para Exportação de Bens Minerais PEC 092/11.
2016: Assume um papel importante na Comissão de Finanças e Tributação – CFT, na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle – CFFC  e na de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência. Atua na CPI do BNDES. Filia-se ao Partido Social Democrático (PSD). Filia-se ao Partido Social Democrático (PSD). 
2017: Neste ano, Edmar Arruda preside a Comissão Mista da MPV 761/2016 (Seguro Emprego), é membro da Comissão de Finanças e Tributação – CFT, da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania – CCJC, Reforma Trabalhista (PL 6787/2016), da Comissão que trata das medidas educativas do ECA (PL 7197/2002) e da Comissão Lei Kandir (PLP 221/98) que trata dos impostos dos Estados e no DF, relativo ao ICMS.


Atividades setoriais
1985: Eleito diretor do Secovi – PR.
1988: Sócio fundador do Lions Club Maringá Cidade Verde, permanece por 12 anos nos cargos de tesoureiro, secretário e presidente
1995: Eleito presidente do Secovi – PR.
1995: Diretor da Federação do Comércio do Estado do Paraná, Sistema Fecomércio, até 1998 e na atual gestão.
1996: Membro fundador do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (CODEM).
1997: Fundador e presidente do SecoviMed – Serviço Social da Habitação.
1997: Vice-presidente de Serviços Sociais do Secovi – PR, até a data atual.
1998: Diretor de Serviços e Inovações Tecnológicas da ACIM, até 2000.
1998: Coordenador da criação do Sicoob Metropolitano.


Atividades ligadas à igreja
Em 1988 se torna membro da 1ª Igreja Presbiteriana Independente de Maringá (IPI). É presbítero, líder da Igreja em Células e membro da comissão de construção do novo tempo.


Atividades de responsabilidade social
1988: Mantenedor, Diretor e Presidente da ANPR, até 1998.
1997: Fundador e presidente do SecoviMed – Serviço Social da Habitação.
1997: Vice-presidente de Serviços Sociais do Secovi – PR, até a data atual.
2001: Fundador e Presidente do Instituto Pai.
2001: Fundador e presidente da Fundação Isís Bruder, até 2011.